(47) 3321-2900

As Realidades Aumentada e Virtual vão decolar

Quando o iPad foi lançado em 2010, pouca gente imaginou que os veria sendo usado nas empresas. Agora, iPads e tablets estão em toda parte. Seu uso corporativo explodiu.

 

Prepare-se para o mesmo acontecer com a Realidade Virtual (RV) e a Realidade Aumentada (RA) – com tablets e smartphones como veículos. De acordo com a IDC, 25%  dos departamentos de TI estarão testando aplicativos de Realidade Aumentada para uso em smartphones até o final de 2017.

 

“Isso pode soar relativamente agressivo, mas as conversas que estou tendo com a indústria e algumas pesquisas que temos realizado falando com os decisores de TI mostram que há um interesse muito forte em torno da Realidade Aumentada”, disse Tom Mainelli, vice-presidente do programa de dispositivos RA/RV da IDC.

 

Por enquanto o hardware usado será como o Microsoft HoloLens, disse ele. Mas muitas empresas vão começar a criar aplicativos e processos back-end para dispositivos que os consumidores e as empresas já possuem.

 

06095010832057

 

O Pokémon Go deu-nos um sabor do que a Realidade Virtual é capaz, e nós vimos os varejistas como Walgreens e Toys R Us utilizando a tecnologia através de um aplicativo chamado Aisle411 que orienta os clientes a localizarem produtos na loja.

 

A North Face oferece vídeos de 360 graus de experiências ao ar livre usando Oculus Rift em que os atores vestem roupas North Face. A Audi tem uma experiência virtual que permite que você faça um teste e experimente características de seus carros. E a Ashley Furniture terá, em breve, um aplicativo RA que ajudará os compradores a ver como os móveis de casa se encaixam em um espaço existente.

 

camerasunrise-jaunt-northface-featured

 

À medida que a tecnologia de smartphones melhora, veremos experiências de RA muito melhores, disse Mainelli. O primeiro produto a trabalhar em direção a esse cenário é o Lenovo Phab 2 Pro, baseado na tecnologia Tango, do Google. Ele usa três câmeras e vários sensores para ver onde está o objeto, capturar uma ampla gama de medidas e, a partir daí, criar uma experiência melhorada de Realidade Aumenta.

 

Outras previsões RA e RV da IDC:

– Em 2017, os gastos do setor de varejo em hardware, software e serviços de RA e RV aumentarão em 145%, atingindo mais de US$ 1 bilhão.

 

Três em cada 10 empresas Fortune 5000 voltadas para o consumidor experimentarão RA ou RV como parte de seus esforços de marketing em 2017.

 

– Até 2019, 10% de todas as reuniões baseadas na web incluirão um componente de RA que conduzirá à disrupção do mercado de Web conferências, movimentando US$ 3 bilhões.

 

“Realmente acredito que a Realidade Aumentada vai ter o mesmo tipo de impacto sobre as empresas que o PC teve anos atrás”, disse Mainelli. “E uma vez que os desenvolvedores comecem a descobrir o que podem fazer com essa tecnologia, o negócio vai mudar consideravelmente. … Eventualmente vamos acabar em um lugar onde a RA será realmente a nova interface com dispositivos, conteúdo digital, objetos físicos e dados.

 

Fonte: CIO – Por Michelle Davidson

Sua vez de falar

Deixe seu comentário:

Seu email não será publicado.