(47) 3321-2900

Tendências para Blockchain

Não há escassez de hype em torno do potencial do Blockchain para revolucionar transações. Em 2017, algumas empresas vão incluir Blockchain em suas campanhas publicitárias a medida que começam a explorar sua capacidade para reduzir os custos de transação, simplificar interações entre parceiros e acelerar os processos de negócios.

 

Livros serão distribuídos louvando a capacidade da tecnologia para estabelecer a confiança no mundo digital por meio de transações verificáveis, sem a necessidade de um intermediário.  No mundo financeiro, o Blockchain começará a ser aplicado aos processos como as instituições financeiras realizam pagamentos e transferências eletrônicas, processam transações de valores mobiliários e tratam de relatórios de conformidade, para citar apenas alguns casos de uso.

 

Fora das finanças, os observadores da indústria citam oportunidades para que Blockchain possa desempenhar um papel nas funções centrais do negócio, desde a cadeia de suprimentos e manufatura até os serviços jurídicos e de saúde. Quando há uma trilha de auditoria exigida – para rastrear a procedência de produtos, por exemplo, ou para documentar um título imobiliário – as redes Blockchain podem ser usadas para criar registros verificáveis e invioláveis em um formato criptografado, sem a necessidade de envolvimento de uma autoridade central.

 

Os primeiros adeptos lançaram centenas de projetos-piloto, mas ainda há um longo caminho a percorrer antes que Blockchain possa ter seu uso considerado mainstream. Entre os obstáculos enfrentados pela implantação de cadeias de blocos estão os desafios técnicos, a falta de padrões e modelos de governança, a escassez de habilidades e preocupações com escalabilidade.

 

No início de 2017, os fornecedores continuarão a desenvolver aplicações distribuídas e plataformas baseadas na tecnologia Blockchain, e as empresas de capital de risco continuarão a investir dinheiro. Mais de US$ 1,4 bilhões foram investidos em tecnologia Blockchain ao longo dos últimos três anos, de acordo com um relatório emitido em agosto pleo Fórum Econômico Mundial (WEF). Mais de 90 corporações se uniram a consórcios de desenvolvimento de blocos e mais de 2.500 patentes foram arquivadas. O WEF prevê que em 2017, 80% dos bancos iniciarão projetos que envolvem a tecnologia.

 

Para as empresas interessadas em explorar o uso de Blockchain, o Gartner recomenda começar com ensaios de escopo limitado visando a resolução de problemas específicos. As empresas podem começar a investigar como as redes distribuídas podem melhorar os processos de negócios que são limitados pela ineficiência de transações e como os fornecedores de tecnologia podem ser capazes de ajudar.

 

Fonte: CIO – Por Ann Bednarz

 

 

Sua vez de falar

Deixe seu comentário:

Seu email não será publicado.